Apresentação

Breve História
A 7 de setembro de 1912 em sessão da Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão, presidida pelo senador Sousa Fernandes é decidida a criação de uma biblioteca no concelho e, pouco mais tarde, na sessão de 23 de novembro de 1912, é decidido que a futura biblioteca receberia como patrono o nome do escritor Camilo Castelo Branco.
Concluído o catálogo e o regulamento da biblioteca, chegou o tão aguardado dia da inauguração da Biblioteca Municipal, o dia 5 de outubro de 1913, abrindo as suas portas ao público com um acervo documental de dois mil quatrocentos e trinta e nove volumes.
Entre 1934 e 1950, a Biblioteca é transferida provisoriamente para a Praça 9 de Abril desta cidade, ficando aí instalada em edifício alugado.
Em 1951, o Presidente da Câmara Álvaro Folhadela Marques decide comparticipar com a quantia de 2.400 escudos para a edição do Catálogo da Biblioteca Municipal.
Em 1961, com o Padre Benjamim Salgado como diretor da Biblioteca Municipal, surgem tentativas de organização de um acervo bibliográfico que contava já com 5392 obras.
No mesmo ano de 1961 Vasco de Carvalho oferece o seu espólio à Biblioteca Municipal e em 1968 segue-se a doação de parte do espólio de Nuno Simões.
A 15 de dezembro de 1987, a Biblioteca Municipal Camilo Castelo Branco assina o contrato-programa com o Instituto Português do Livro e da Leitura, para adesão à Rede Nacional de Bibliotecas Públicas.
A 17 de fevereiro de 1992, a biblioteca situada na cave dos Paços do Concelho encerra e a inauguração das novas instalações ocorre a 1 de junho de 1992, associando-se às comemorações do aniversário da morte do seu patrono Camilo Castelo Branco e ao Dia Mundial da Criança.
O novo edifício da autoria do Arquiteto João Eduardo Marta ocupa uma área de 2400m2 e está situada em pleno espaço verde do centro da cidade, o Parque de Sinçães.
Em 2008, fruto da doação do espólio bibliográfico composto por cerca de 12.500 volumes do escritor e ensaísta Eduardo Prado Coelho é inaugurada a sala Eduardo Prado Coelho e criado com a parceria da Associação Portuguesa de Escritores o prémio literário designado Grande Prémio de Ensaio Eduardo Prado Coelho.

Missão e objetivos
De acordo com os princípios consignados pelo Manifesto da UNESCO sobre Bibliotecas Públicas, a Biblioteca Municipal Camilo Castelo Branco desenvolve a sua missão de promoção do livro e da leitura assumindo-se como a porta local de acesso à informação e ao conhecimento; fornecendo as condições básicas para a aprendizagem ao longo da vida, para uma tomada de decisão independente e para o desenvolvimento cultural do indivíduo e dos grupos sociais. 
Ao cumprir as suas funções básicas, como por exemplo a leitura, a pesquisa, o empréstimo e as novas tecnologias; e as suas atividades não básicas, como o local de encontro, de entretenimento, de acesso livre e gratuito e de formação ao longo da vida, a Biblioteca Municipal Camilo Castelo Branco pretende contribuir, inegavelmente, para um panorama educativo, cultural e social vibrante do concelho de Vila Nova de Famalicão.

Agenda
Pesquisa
Newsletter
Copyright © 2016 | Biblioteca Municipal Camilo Castelo Branco - Município de Vila Nova de Famalicão. Todos os direitos reservados. | handmade by brainhouse | Centro de Apoio ao Consumidor